Quem somos

Nos últimos anos, o mercado do cacau vem ganhando novo fôlego. Diante dos desafios e oportunidades de crescimento que esse segmento apresenta, as principais indústrias moageiras de cacau viram a necessidade de criar uma entidade que pudesse trabalhar pelo setor. Assim, nasceu em 2004 a Associação das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC), com o intuito de ampliar as discussões e fomentar o trabalho de desenvolvimento de toda a cadeia de valor. Juntas, as empresas Barry Callebaut, Cargill, Indeca e Olam, compõem o conselho diretor da entidade e respondem por aproximadamente 97% da compra e moagem do cacau no Brasil. O setor representa mais de 4.000 empregos diretos e indiretos e é um dos elos de uma cadeia de mais de 120 mil pessoas, incluindo produtores rurais e indústrias de chocolate. No total, é estimado que esse setor represente R$ 23 bilhões anuais de valor gerado ao país.

Desafios

Entre os principais temas na pauta de discussões da AIPC está a necessidade de viabilizar o pleno fornecimento de amêndoas de cacau à indústria processadora, tornando o país autossuficiente em produção e em um futuro próximo, gerar excedentes exportáveis. Esses temas são considerados de importância estratégica, para que o setor tenha plenas condições de atender à crescente demanda tanto do mercado interno, quanto do externo. Para tanto, uma série de medidas vêm sendo adotadas ao longo dos últimos anos, para que o setor atinja a autossuficiência necessária para atender à capacidade instalada da moagem, que atualmente é de 275 mil toneladas.

Fomento

Para alcançar esses objetivos, um dos principais projetos do setor que a AIPC tem apoiado é a expansão da produção, com uma meta clara de dobrar a produção nacional em 10 anos. Boa parte deste esforço está em aumentar a produtividade nas lavouras existentes, bem como aumentar a área plantada, focando em áreas degradas e plenamente conversíveis em florestas de cacau.

Além disso, a AIPC e suas Associadas têm contribuído também na busca da autossuficiência do País na produção das amêndoas, com o emprego de diversas ações de apoio aos produtores, patrocinando medidas contra a seca e a estiagem nas lavouras e trabalhando a difusão de métodos voltados à administração das fazendas.

Com essas medidas, será possível atender plenamente o crescenteparque consumidor de chocolates do Brasil, que figura entre os cincomaiores do mundo. Mais do que atender à demanda interna, será possível a retomada das exportações da produção excedente, para atender à crescente demanda mundial de matéria-prima para produzir chocolate.

Governança

Conselho Diretor

Eleito a cada dois anos, é composto por um representante de cada associada.

Saiba mais

Conselho Fiscal

É o responsável pelas finanças da AIPC, possui quatro membros eleitos a cada dois anos.

Saiba mais

Equipe

Conheça o time que compõe a AIPC.

Saiba mais

Comitês

A AIPC conta com quatro grandes comitês, responsáveis por questões estratégicas para o setor processador de cacau.

Saiba mais

Comitês

Sustentabilidade

Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt.

Saiba mais

Qualidade

Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt.

Comunicação

Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt.

Comércio Exterior

Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt.

Estatísticas

Exportações

Dados de exportação de amêndoas, derivados e chocolates

Visualizar

Importações

Importação de amêndoas, derivados e chocolates.

Visualizar

Moagem

Dados de Moagem

Visualizar

Associados

Imprensa

Quartetto Comunicação

Juliana Ribeiro: juliana@quartettocom.com.br (11) 99309-1332

Contato

Rua Augusta 1939, 4º andar, conjunto 42
São Paulo - SP - Brasil 
Cep: 01413-000
Tel: +55 (11) 2858-6839
e-mail: aipc@aipc.com.br